Parece, mas não é

O amor verdadeiro é belo em todas as suas formas, mas esta é muito especial. E aquilo que mais profundamente marca o amor de uma mãe é que ele é incondicional.

No entanto, a pouco e pouco, quase sem o notar, fui verificando algo que me magoou. Fui encontrando, cada com maior frequência, filhos que não se sentiam ligados à mãe de um modo compatível com um amor tão grande. Revoltados com ela, muitas vezes. Ansiosos por se verem longe dela assim que isso fosse possível. Filhos que, mesmo sem odiarem a mãe, ao irem para longe, com a vida, se despediam dela apenas como quem diz adeus a uma paisagem que ficou atrás e que talvez algum dia se tenha gosto em rever.

 

Ler o texto completo

Paulo Geraldo